Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Os 10 mais da Ovnilogia

Ir em baixo

default Os 10 mais da Ovnilogia

Mensagem por † Lobo † em Sab 16 Mar 2013 - 22:14

Hudson Valley", Westchester Wing, NY, 1984:
milhares de relatos de um objeto enorme, silencioso e rodeado de luzes. Os relatos foram feitos por meteorologistas, repórteres e policiais.

"Cash/Landrum", Houston, TX, 1979:
duas mulheres e uma criança de 5 anos viram um objeto em forma de diamante que expelia fogo de sua parte inferior, cercado por helicópteros do tipo CH-47. Logo após ao avistamento as 3 testemunhas sofreram terríveis distúrbios parecidos com intoxicação por radiação.

"Bentwaters", Rendlesham Forrest, Inglaterra, 1979:
três avistamentos, em separado, de luzes estranhas perto da base de NORAD, Inglaterra. O oficial encarregado da base relatou as luzes, além de tê-los filmado. Houveram muitas testemunhas que juravam que tinham visto uma nave.

"Helicóptero do Exército", Mansfield, OH, 1974:
quatro oficiais estavam a bordo de um helicóptero Bell UH-1H e relataram o avistamento de um grande objeto em direção de colisão. O piloto Cap. Coyne baixou o helicóptero. O objeto parou na frente dele antes de seguir em direção oeste. O capitão percebeu que o helicóptero tinha subido 2000 pés.

"Travis Walton", Snowflake, 1974:
cinco cortadores de árvores foram testemunha da abdução de seu colega. O abduzido ficou desaparecido por 5 dias. Ele afirmou que foi abduzido e examinado por alienígenas.

"O caso Villas Boas", Brasil, 1958:
Antônio Villas Boas conta como foi abduzido e manteve contatos sexuais com uma extraterrestre em sua espaçonave.

"Great Falls Film", Great Falls, 1954:
um técnico de um time de baseball fotografou dois objetos cortando o céu perto de uma base aérea americana. A explicação oficial foi de que eram dois F-100, mas a análise das fotos mostraram que sua velocidade era superior à máxima atingida por essas aeronaves.

"Invasão de Washington", Washington, DC, 1952:
vários pontos de luz "pipocaram" nas telas dos radares em 3 lugares diferentes, inclusive na Base de Andrews. Interceptadores foram enviados, mas nada foi encontrado. Na noite seguinte aconteceu o mesmo e foi testemunhado por várias pessoas. O governo disse que os pontos nos radares eram pontos causados por inversão de temperatura.

"As Fotos de Trent", McMinnville, OR, 1950:
duas fotos feitas por Trent, que mostram um objeto clássico em forma de disco. Análises mostram que o objeto tinha uns 30m de diâmetro.

"O Incidente de Roswell", Corona 1947: Qualquer que seja a vertente na polêmica sobre o chamado "Incidente de Roswell", todos são obrigados a concordar, pelo menos, com um fato indiscutível: algo despencou do espaço na noite de 4 de julho de 1947 e espatifou-se num dos muitos barrancos da paisagem desértica do município de Roswell, Novo México, EUA.

Um impacto direto e que deixou sinais ainda visíveis. Muita gente garante que o veículo desastrado era um disco-voador. Mas a Força Aérea dos Estados Unidos, seguindo a linha oficial do governo, assegura que tudo não passa de um mal-entendido. Nem todos acreditam: a rede de TV CNN recentemente pesquisou 1.024 pessoas sobre o assunto. Segundo esta enquete, 54% acham que existe vida fora da Terra. Desses, nada menos do que 80% estão convencidos de que o governo esconde fatos ocorridos em Roswell. Conta-se que morreram entre quatro e seis criaturas. Seres extraterrestres, baixinhos cabeçudos, com enormes olhos negros e oblíquos.
No dia seguinte, militares da base aérea foram até o local do incidente, o rancho Hub e recolheram alguns destroços. A operação foi feita de modo secreto. Um cordão de isolamento foi estabelecido na rodovia US 285, impedindo a entrada na estrada vicinal que dá acesso ao rancho. Muita gente viu essa barreira. E a tarefa de limpeza teria ficado guardada sob sigilo se, a pouco mais de 50 quilômetros dali, outros destroços não estivessem sendo recolhidos por outras mãos.
No dia 6 de junho, MacBrazel, um empregado do rancho Foster, foi ver como estavam as ovelhas. Havia chovido e relampeado muito durante a madrugada e os bichos poderiam estar nervosos. Em meio ao pasto, Brazel encontrou o que parecia ser pedaços de uma aeronave. Ele juntou tudo, num total que calculou pesar dois quilos e meio. Os destroços foram tirados das mãos de Brazel pelo major Jesse Marcel, que antes de levar tudo para seus supervisores passou em casa e mostrou os objetos à família. O filho do major é hoje um médico de 60 anos e mora em Montana. Ele diz que lembra bem do episódio: "...meu pai chegou excitado dizendo que a Força Aérea tinha achado um disco-voador. Mostrou à minha mãe e a mim umas barras finas e varetas feitas de um metal muito leve. Havia também umas folhas de algo que parecia papel alumínio, mas não amassava. Vi distintamente numa das barras sinais que lembravam hieróglifos. Não tenho dúvida de que fosse algo alienígena".
Outra grande testemunha que dá munição às fileiras dos que acreditam no OVNI é alguém que entende muito de mortos. Glenn Dennis é o mais renomado papa-defuntos da cidade desde a época do incidente. Ele jura que foi chamado pelo pessoal da base para ensinar, pelo telefone, as técnicas de construção de sarcófagos para criança, herméticamente fechados. Conclui-se com isso que os militares estavam arranjando meios para transportar os pequeninos ETs para a base de Fort Worth, no Texas. Glenn também diz que teve contato com uma enfermeira de nome Naomi Self. Esta moça teria auxiliado nas autópsias feitas nos cadáveres dos ETs e contou horrores para o agente funerário.
Há três anos um produtor inglês revelou ao mundo o suposto filme da autópsia dos ETs que teriam sido recolhidos no acidente. O documentário chamava-se The Santilli alien autopsy film. Na ocasião a necropsia foi saudada como tão espetacular quanto o quadro Lição de Anatomia (1632), do pintor flamengo Rembrandt. Houve muito rebuliço e o filme foi exibido em muitos países, inclusive no Brasil. Mas os analistas acabaram por desmoronar a fraude e denunciar erros grotescos.
Nos EUA persiste o interesse pelos encobrimentos, colisões e a hipótese extraterrestre.

Novas descobertas, novos documentos, novos boatos e novos casos emergem regularmente. A ufologia, logre ou não êxito em se instaurar ou resolver suas divergências, sem dúvida está numa fase que talvez seja o seu período mais intenso.
Bom Medo ExtremoOs 10 mais da Ovnilogia Novas10
Fonte: portugalparanormal.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2236
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum