Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

SOMBRA NO CORREDOR

Ir em baixo

default SOMBRA NO CORREDOR

Mensagem por † Lobo † Sab 4 Fev 2012 - 22:18

Isso aconteceu comigo uma vez e eu espero que nunca mais aconteça.

Eu estava em casa sozinha, os meus pais tinham ido viajar e o meu irmão mais novo estava na casa dos meus avós. Já era de noite e como eu estava cansada resolvi ir dormir. Como eu estava sozinha em casa, eu deixei a porta do meu quarto aberta e a luz do corredor acesa (não sou muito fã do escuro).

No meio da noite eu acordei sem motivo aparente nenhum. Virei pra um lado, virei para o outro e me acomodei melhor na cama. Estava quase dormindo de novo quando dei uma ultima olhada para o corredor (o meu rosto estava virado para lá) e vi uma sombra que parecia ser de uma pessoa se mover lá fora. Na mesma hora eu cobri o rosto com o cobertor. Eu esperei um tempo e resolvi dar uma outra olhada, mas sem tirar o cobertor da cabeça. A primeira e única coisa que eu vi foi o chão. Tinha a sombra de alguém parado na porta do meu quarto. Eu cobri de novo bem devagar a parte do meu rosto que eu tinha descoberto e comecei a ficar em pânico. Não sabia quem estava lá, como tinha entrado em casa ou o que queria.

De tanto medo que eu estava, não conseguia me mexer. Tinha fechado os olhos, quase não respirava e os meus dedos estavam travados, segurando o cobertor na minha cabeça. A única coisa que eu ouvia era o meu coração batendo forte, eu podia sentir ele na minha garganta quase.

Um tempo se passou e eu não ouvia nada, mas estava com muito medo de levantar o cobertor, eu estava com medo até de abrir os olhos debaixo do cobertor, mas eu podia sentir que aquela pessoa estava lá. Eu podia sentir que ela tinha entrado no meu quarto e estava de pé, do lado da minha cama. Eu não pensava fazer nada, apenas ficar o mais imóvel o possível. Depois de um tempo os meus dedos começaram a doer, de tanta força que eu fazia para segurar o cobertor, mas eu não pretendia abrir a mão, eu ainda podia sentir alguém lá. Então eu tinha a impressão de que o que tava lá estava esticando a mão para encostar em mim. Eu não via nada, pois estava de olhos fechados, mas na minha mente eu imaginava uma mão chegando cada vez mais perto. Nesse instante eu senti todos os músculos do meu corpo se retraírem. Eu estava quase chorando de medo, mas de tanto medo nem isso eu conseguia fazer. Então eu senti que o braço que estava quase encostando em mim parou no ar e ficou assim por um tempo, e depois se afastou, o que me causou um pouco de alívio, mas eu ainda estava morrendo de pavor.

Algum tempo depois (não sei quanto, eu já tinha perdido a noção do tempo), eu senti a luminosidade da luz do corredor diminuir um pouco, mas isso é impossível em casa, o interruptor da luz do corredor só liga ou desliga a luz, não tem como controlar a luminosidade. Alguns minutos depois a luz voltou ao normal. Quando a luz voltou ao normal eu senti o que quer que fosse deixar o meu quarto também. Eu juntei toda a coragem que eu consegui para levantar um pouquinho o cobertor, e eu vi a sombra no corredor se afastando da porta do meu quarto. Quando eu vi isso, que realmente tinha algo no meu quarto, o pânico todo voltou, então eu cobri o rosto de novo.

Eu não senti aquilo voltando, eu sentia que estava sozinha de novo. Mas mesmo assim eu continuei na mesma posição, agarrando o cobertor e não soltando ele. O meu corpo já estava doido, de tanto ficar na mesma posição sem se mexer, mas eu não pretendia mover um músculo. Com o tempo a exaustão venceu e eu acabei dormindo.

Quando eu acordei na manhã seguinte, eu estava na mesma posição, ainda segurando o cobertor. O meu corpo estava completamente doído, os meus dedos então, eu nem sentia mais eles. Mesmo já estando claro, eu não queria abrir os olhos ou sair de debaixo do cobertor. Mas depois de um bom tempo acordada, eu finalmente resolvi que já era hora de levantar. Abrir os dedos foi difícil, pois eles estavam muito doidos e estavam quase travados. Mas com um pouco de esforço eu consegui soltar o cobertor e colocar a cabeça para fora do cobertor. Eu estava sozinha lá. Eu levantei da cama e sentia o corpo todo completamente doido. No que eu sai do quarto eu notei uma coisa que fez um frio subir a minha espinha, a luz do corredor estava apagada. Se eu estava sozinha em casa, quem tinha apagado a luz?

Eu fiz uma busca pela casa, mas não encontrei janela nenhuma aberta, estavam todas fechadas e trancadas. As portas também, todas trancadas e fechadas com as tramelas pelo lado de dentro. Não tinha sinal nenhum de invasão. Eu coloquei o cachorro pra dentro de casa e fiz ele procurar todos os cômodos da casa e ele não achou ninguém dentro de casa, então eu estava realmente sozinha em casa.

Depois daquilo eu fui para a casa dos meus avós, junto do meu irmão e fiquei lá até os meus pais voltarem de viagem. Até hoje eu não sei o que apareceu no meu quarto naquela noite e por que ficou em pé parado do lado da minha cama, mas eu agradeço a Deus por aquilo não ter encostado em mim. Eu aposto que teria uma parada cardíaca se aquilo tivesse me encostado. E ainda bem que eu nunca mais presenciei nada desse tipo aqui em casa ou fora daqui.

Cláudia - Ribeirão Preto - S.P.
Bom Medo ExtremoSOMBRA NO CORREDOR Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2241
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum