Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

UM PEQUENO CARINHO

Ir em baixo

default UM PEQUENO CARINHO

Mensagem por † Lobo † em Seg 6 Fev 2012 - 19:50

Eu já tive mais do que a minha cota de experiências sobrenaturais nesses meus 16 anos de vida. Algumas vezes acontecem coisas boas e me fazem sentir amada e especial, enquanto outras vezes acontecem coisas terríveis e assustadoras.

Essa em particular é uma das boas, porque é sobre quando o meu avô visitou o meu namorado e eu.

O vento estava uivando feito louco e fazia as janelas assobiarem. Eu cobri ainda mais a minha cabeça com o cobertor, eu odeio tempestades. O meu namorado, Arnaldo, tentava me acalmar, pois eu estava perto de molhar as minhas calças sempre que um raio caía. De repente eu ouvi aquele trovão ensurdecedor, e as luzes se apagaram. O Naldo foi ver se os fusíveis tinham queimado, como já tinham queimado varias vezes antes, então eu fiquei sozinha no escuro, só com a tempestade como companhia.

Eu ainda estava me sentindo assustada, até sentir uma mão encostar no meu ombro e dar uma pequena apertada carinhosa. Achando que era o Naldo, eu me virei para perguntar qual era o problema. Só que ele não estava ali. Não tinha ninguém ali.

Completamente assustada, eu me enfiei debaixo do cobertor (de novo) e comecei a tremer. Eu comecei a entrar em pânico quando eu senti a ponta do sofá afundar, como se tivesse alguém sentando lá. Eu perguntei quem era, e ninguém me respondeu. EU juntei toda a pouca coragem que me restava e tirei a cabeça para fora do cobertor. O meu namorado estava parado na porta com o queixo caído e apontando para a outra ponta do sofá. Eu olhei e vi algo ali sentado que lembrava muito o meu falecido avô. Naquele momento todo o meu medo tinha ido embora. Eu sabia que tinha sido o meu avô que veio me confortar apertando o meu ombro quando eu estava sozinha no escuro com medo.

Ele olhou para mim, deu um sorriso e falou que sempre estaria tomando conta de mim e balançou a cabeça em um sinal de aprovação, dizendo que eu tinha escolhido bem o meu namorado.

Vovô, onde quer que você esteja, eu te amo!

Amandinha - São Paulo - S.P.
Bom Medo ExtremoUM PEQUENO CARINHO Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2241
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum