Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Acontecimento Assustador

Ir em baixo

default Acontecimento Assustador

Mensagem por † Lobo † em Dom 4 Mar 2012 - 20:08

"Perturbações do Além estão em toda parte provocando fenômenos estranhos que muitas vezes são desprezados por muitos, mas nunca devem ser ignorados por mais fantásticos que aparentem ser!"

Oi, meu nome é Aline e sou de Boa Vista, Roraima.

Eu sempre me interessei muito por histórias de fantasmas, espíritos, almas penadas, essas coisas.
Tenho muito medo e acho que não sou aquela pessoa que vai sempre ver ou ouvir alguma coisa estranha ou inexplicável. Digo isso porque, comigo, só aconteceu uma coisa que me deixou com muito medo e uma outra que até hoje ainda não sei dizer o que aconteceu.

Bom, vamos a história:

Há mais ou menos dois anos eu morava numa casa no bairro Pricumã.
(Hoje eu moro num condomínio com meu namorado).
Eram somente minha mãe, minha irmã e eu. Nos primeros meses, acho que quase um ano, eu nunca vi ou ouvi nada na casa nem no meu quarto.
Eu durmo sozinha, cada uma tem seu quarto.
A casa tem quatro quartos, os dois primeiros, que ficam de frente um para o outro, é da minha mãe e da minha irmã. O quarto do lado do da minha mãe é muito pequeno e só serve para guardar nossas coisas (minhas principalmente). E finalmente, do lado desse quarto, fica o meu, que já é de frente para a cozinha.

A casa não tem quintal. Bom, uma noite, quando eu fui dormir, assim que eu apaguei a luz e me deitei na cama, quando eu olho para o meu lado direito, eu vejo o que parece ser uma menina de uns oito ou dez anos, parada, olhando pra mim. Ela tinha os cabelos compridos, até a cintura. Quem disse que eu consegui ficar deitada?
Na mesma hora eu levantei e acendi a luz. Graças a Deus não tinha nada no meu quarto.

Depois desse acontecimento, eu ainda tentei dormir naquele quarto com a luz apagada umas três vezes, mas sempre que eu tentava, eu via a menina e não conseguia nem sequer fachar os olhos.
Uma vez, quando eu dormi, tive um pesadelo, acordei e levantei num pulo e abri a porta do quarto, assustando minha mãe. Nem eu sei como eu fiz, foi muito rápido.
Nunca mais quis dormir lá, nem com a luz acesa. Passei a dormir com minha mãe.
Naquela época eu namorava um rapaz com quem eu estudei no ano de 2003. Ele dormia lá em casa três vezes por semana. O meu "ex" sempre dizia que podia ver e ouvir os mortos, desde que era criança.

Ele já me contou muitas histórias do que já aconteceu com ele, mas isso não vem ao caso agora. até porque não gosto muito de falar dele (desde que terminamos, não o quero ver nem pintado de ouro).
O que eu quero dizer é que, uma vez quando ele estava dormindo lá em casa (somente quando ele ia pra lá eu dormia no meu quarto, com ele), nós tivemos uma briga e ele foi para a cozinha e ficou deitado no chão.
Eu fiquei no quarto um bom tempo, até que fui para lá. Depois que fizemos as pazes, ele disse que, enquanto estava deitado, sentiu uma mão passar na sua cabeça.
Primeiro ele pensou que fosse eu, depois que percebeu que não, e ele simplesmente ficou deitado até que o que quer que fosse ir embora, sem olhar para cima para ver o que era.

Eu fui até a porta da cozinha, que dá para a garagem, e parecia que eu estava ouvindo uma mulher chorar.
Eu falei pra ele e ele disse que realmente tinha uma mulher chorando ali. Na hora eu não sabia se era verdade ou se ele queria me assustar, mas de todo modo, eu não fiquei com medo, porque ele estava lá, claro.
Numa outra noite, quando estávamos deitados no colchão no chão (eram dois colchões), ele disse que sentiu uma mão passar nas suas costas. Eu pedi para ele fazer em mim o que a mão tinha feito nele, e quando ele fez, eu fiquei toda arrepiada. Não foi uma sensação boa, de jeito nenhum.

Fora essas coisas, eu nunca mais vi ou ouvi nada enquanto estive sozinha no quarto, pois apesar de ficar a noite no quarto, eu nunca mais dormi lá sozinha.
Há cerca de seis meses eu me mudei para um condomínio no bairro Asa Branca. Dormi sozinha lá apenas uma semana e meia, eu acho, porque logo depois eu comecei a namorar o amigo de trabalho da minha mãe e desde o dia que começamos a namorar que ele dorme lá em casa, até que decidiu levar suas coisas pra lá (antes ele morava num condomínio, sozinho, perto de onde moramos). E nesse condomínio eu nunca vi ou ouvi nada, mas, um certo dia, aconteceu uma coisa que me intriga até hoje.

Eu amo toddinho, sabe, aqueles achocolatados? Pois é, um dia eu falei pro meu namorado que os toddinhos não estavam mais ficando geladinhos, como de costume.
Ele disse que ia colocar na bacia que fica abaixo do congelador, coladinha com ele. Passou um ou dois dias, eu me lembrei do toddinho e disse: eu vou já tomar um toddinho bem geladinho.
Quando abri a geladeira e puxei a bacia, cadê o toddinho? Procurei e nada.
Pensei que meu namorado não tinha posto ele lá. Passados alguns dias, eu fiz uma lanche pra nós e fui pegar um toddinho para me acompanhar no sanduíche que fiz para nós dois.

Quando tomei o toddinho e vi que ele não estava gelado, me lembrei de dizer isso novamente para o meu namorado. Até dei um pouco pra ele provar. Ele disse que é só colocar na bacia abaixo do cogelador.
Aí eu me lembrei do toddinho que eu pensei que estivesse na bacia e perguntei pra ele. Sabe a resposta?
"Eu procurei pelo toddinho e não encontrei", foi o que ele me disse. Pronto. Onde estava o toddinho?
Eu perguntei pra minha mãe, que tinha limpado a geladeira, se ela não tinha visto um toddinho dentro da bacia. Ela disse que não. Depois ela falou "eu limpei a geladeira e devo ter colocado ele em outro lugar" (que no caso é onde ele sempre fica). Aí eu perguntei: "mas você viu o toddinho?" e ela disse que não tinha nenhum toddinho dentro da bacia.

Foi aí que o meu namorado, que estava escutando a conversa, disse que ele tinha colocado o toddinho DEPOIS que a minha mãe limpou a geladeira. Minha mãe falou: "isso foi vocês que tomaram e não se lembram" ou então "isso foi ele (meu namorado) que tomou e não se lembra". Essa última frase ela disse quando eu comentei a primeira vez do sumiço toddinho. Antes dela ir embora eu falei "acho que foi um fantasma que desapareceu com o toddinho". Minha mãe falou " fantasma não bebe, o que ele ia querer com um toddinho?" eu disse que os fantasmas gostam de sumir com algumas coisas.

Meu namorado ameaçou excluir as histórias desse site, que eu copiei e levei para o meu computador para ler em casa. Ele disse que é isso que está me impressionando. Eu apenas ri.
Até hoje aquele toddinho não apareceu e eu realmente não sei o que pode ter acontecido. Será que foi um fantasma? Será que meu namorado tomou e não se lembra? Ou eu o tomei e não me lembro? Só tenho certeza de uma coisa: se eu tivesse tomado, eu me lembraria porque o toddinho estaria bem geladinho e os últimos que tomei estavam apenas frios, não gelados.

Obrigada por ler minha história.
Vou deixar meu e-mail, caso alguém queira falar comigo: [email protected]

Aline - Boa Vista - RO
Bom Medo ExtremoAcontecimento Assustador Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2236
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum