Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

APARTAMENTO ASSOMBRADO

Ir em baixo

default APARTAMENTO ASSOMBRADO

Mensagem por † Lobo † em Dom 4 Mar 2012 - 20:28

A três anos atrás, o dono do meu apartamento pediu para eu mudar para outro apartamento (dele também) no mesmo prédio, para uma reforma um pouco urgente ser feita no apartamento onde eu estava morando. Quando fui dar uma olhada no apartamento onde iría morar por um tempo, eu notei uma mancha amarronzada no tapete do quarto. Na hora imaginei que alguém que tinha morado lá provavelmente tinha acendido uma vela e a cera quente tinha caído no carpete e não conseguiram limpar direito depois.

Cerca de uma semana depois (o cara me deu duas semana para fazer a mudança, já que eu estava fazendo um favor pra ele), eu comecei a dormir no outro apartamento. Desde o primeiro dia eu tive pesadelos violentos e perturbadores, como eu jamais tinha tido antes. Alguns literalmente me deixaram a noite toda acordada com medo! E o estranho desses sonhos é que eles sempre eram sobre a mesma coisa: eu protegendo uma mulher e a filha dela do marido ou namorado abusivo dela.

Numa note, depois de ter acordado de um desses sonhos, eu estava andando pelo apartamento, tentando me acalmar, quando um dos meus braços ficou completamente gelado. O estranho é que de acordo eu andava, era sempre o braço que ficava virado para a parede de dentro do apartamento (do lado oposto da janela) que ficava gelado, eu virava e o outro braço ficava gelado. Eu não sou religiosa, mas acredito no sobrenatural. Então eu me virei para a parede que estava emanando aquela onde de frio e falei "Aqui não tem nada para você. Eu ordeno que você saia."

Mais rápido que um piscar de olhos, aquele frio todo desapareceu.

Com o tempo eu comecei a descobrir coisas estranhas no apartamento. Eu achei uma mancha similar a do quarto na base da entrada para a sala. Algumas portas tinham remendos mal feitos, assim como algumas portas de armário. Eu comecei a imaginar se alguma coisa desagradável não teria acontecido naquele apartamento.

Tudo estava indo relativamente bem, até que alguma coisa (ou coisas) começou tentar se manifestar nos meus sonhos. Durante esse período, as visões começaram.

Em certo dia, eu estava sonhando que estava seguindo um assassino, quando alguma coisa, lá no fundo da minha cabeça, começou a gritar para eu acordar.

De repente eu parecia estar lutando para acordar, em completo pânico. Eu me lembrava de uma presença, da qual eu estava tentando me defender, mas ela apenas ria, como se a minha luta fosse em vão. Eu comecei a perceber que estava na minha cama: eu podia sentir os meus braços, as minhas pernas, podia sentir o lençol cobrindo eles, sentia o travesseiro sob a minha cabeça, sentia as minhas pálpebras lutando para abrirem, me ouvia respirar com dificuldade, tentando fazer qualquer som sair da minha boca paralisada, mas não conseguia mover nem um músculo.

Depois de um tempo, eu estava conseguindo ter algum controle sobre os meus olhos, e consegui abri-los um pouco. Eu olhei para a direita o máximo que eu pude. Eu consegui ver uma sombra antropomórfica encostada no canto, onde duas paredes se encontravam com o teto. Eu estava quase me convencendo que era apenas alguma ilusão formada pela pouca iluminação (eu ainda estava imobilizada, mas a minha cabeça já estava começando a funcionar melhor), quando ela se desprendeu do teto e começou a flutuar levemente pelo quarto. Mas ela saiu do meu campo de visão e eu não consegui ver se tinha ido na direção do armário ou da porta.

Eu continuei paralisada pelo que pareceu ser mais alguns segundos. Então eu consegui virar a minha cabeça para a esquerda, e na porta do armário eu vi uma coisa preta, a impressão de um rosto/máscara na forma de uma caveira, rindo de mim. Uma parte de mim queria acreditar que aquilo era apenas um jogo de sombras, mas a parte maior inundou a minha cabeça com medo, medo o suficiente para me fortalecer de novo e conseguir fazer o meu braço se mexer, na direção do interruptor de luz. Depois que a luz acendeu, não havia mais nada lá, e eu consegui tomar o controle do meu corpo de novo.

Um pouco mais de dez dias depois, eu tive outro encontro como esse. Dessa vez, o sonho era de estar enfrentando um inimigo no plano astral. Como esse site é sobre fantasmas e não sonhos, eu não vou entrar em detalhes. Basta apenas dizer que eu estava lutando e estava perdendo, e de novo o instinto me forçou a acordar.

Eu conseguia ouvir um barulho nos meus ouvidos, como o barulho que você ouve se fecha os olhos e aperta muito eles. Eu podia sentir eu fechando os olhos com força. Como da última vez, eu podia ouvir a minha respiração. Eu estava respirando com força e rápido, e sabia que estava acordando. Eu não podia me mover de novo, mas dessa vez eu tentei lutar contra isso. Eu desesperadamente tentava fazer todos os músculos do meu corpo se mexerem. Eu tentei me sentar, mas não consegui. Eu abri os olhos e olhei para o canto no teto em cima da janela, esperando não ver nada lá.

A sombra estava lá, mas dessa vez parecia estar olhando para fora da janela. Pouco tempo depois ela sumiu e aos poucos eu consegui me movimentar novamente.

Desde então eu tento descobrir o que foi que eu senti e depois vi. Era a impressão psíquica deixada pela violência ocorrida naquele apartamento? O espírito vingativo de alguma vítima? Um espírito ou entidade que veio me proteger de algo ruim? Ou apenas alguma alucinação provocada por eu ter acordado muito rápido de um sonho? Eu nunca vou saber, pois eu nunca mais vi nada do tipo.

Regina - São Paulo - S.P.
Bom Medo ExtremoAPARTAMENTO ASSOMBRADO Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2236
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum