Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

ASSOMBRAÇÕES DE CAMPINA GRANDE

Ir em baixo

default ASSOMBRAÇÕES DE CAMPINA GRANDE

Mensagem por † Lobo † em Dom 4 Mar 2012 - 20:33

Moro em Campina Grande, na Paraíba, e passei minha infância na casa de meus avós, juntamente com meus pais e um primo. Era uma casa enorme, e antiga, com vários cômodos desabitados, inclusive alguns no quintal, por trás da casa. Vou contar algumas histórias acontecidas com minha família (boas), e outras comigo, meu irmão e meus primos (assustadoras, para mim, pelo menos). É importante frisar, que minha família é católica, mas com "temperos" da umbanda e do espiritismo, além da gnose, e havia muitas imagens de "santos" e entidades na casa, que serão melhor explicados no final.


Relato 1

Isso aconteceu com meu tetravô (minha bisavó que contou). Ele tinha uma fazenda, e tinha um vizinho desafeto, que planejava matá-lo, e sempre ficava na tocaia, mas ele sempre passava ora com uma mulher com crianças, ora com um grupo de pessoas, de modo que seu vizinho nunca tinha a chance. Perto da hora de morrer, ele chamou meu tetravô para pedir perdão, e perguntou como ele sabia da tocaia, pois sempre passava acompanhado de alguém, ao que ele respondeu que todas as vezes que passava naquele caminho, passava sozinho.


Relato 2

Essa foi com meu avô, que era caminhoneiro, nas décadas de 40 e 50. Ele estava vindo de uma viagem a noite, e estava muito cansado, então resolveu parar o caminhão fora da estrada e dormir um pouco. Quando estava acomodado, viu alguém batendo na janela do caminhão, quando foi olhar, era um amigo dele que havia falecido há algum tempo. Ele ficou apavorado, e o amigo dele disse que ele fosse embora dali imediatamente. Ele não contou conversa, ligou o caminhão e foi embora. Depois quando ele chegou em uma cidade, soube que tinham matado um caminhoneiro no mesmo lugar onde ele estava parado, pouco tempo depois que ele saiu.


Relato 3

Eu era criança ainda, tinha uns 8 anos de idade (tenho 30 hoje), e na casa do meu avô tinha muitas antiguidades, inclusive da família, ficavam todos expostos na sala de visitas (lugar que eu, meu irmão e meu primo tínhamos pavor de ir à noite). Dentre as antiguidades, tinha um par de estribos de bronze, em forma de sapatos, que ficavam presos na parede, em uma bandeja de zinco dourada, que eram do meu tetravô (o mesmo da primeira história). Uma noite, não sei porque, fui na sala de visitas (ficava no fim de um corredor, a uns dez metros da sala de jantar, onde estavam mais pessoas). Ao chegar na sala, me arrepiei todo. uma pessoa deitada no sofá, coberto até a cabeça com um cobertor de lã cinza, calçando os estribos. Corri na mesma hora, voltando em seguida com mais algumas pessoas para constatar que não tinha ninguém lá, e que os estribos estavam na parede, no mesmo canto que deveriam estar.


Relato 4

Ao lado dessa sala de visitas, tinha outro corredor que dava para o quarto de meus avós. Esse quarto tinha dois banheiros, sendo que um era desativado, um banheiro antigo, enorme, tinha uns 2,5 metros por 5 metros, era usado como depósito, que também era onde minha avó colocava as imagens dos santos e das entidades, e onde ficava permanentemente acesa uma vela de 7 dias. Nessa hora, a noite, meu primo estava sozinho na cama de minha avó, e começou a ficar com medo (ele tinha uns 7 ou 8 anos) e começou a gritar pela minha avó, quando ouviu uma voz grossa vindo de dentro daquele banheiro dizendo "peraí que eu te acudo". Ele disparou de dentro do quarto para a sala de jantar chorando, e então fomos ver e o banheiro estava vazio.

Comigo foi apenas aquela experiência, mas meu irmão e meu primo sempre viam mãos brancas e pretas aparecendo na sala de visitas, sombras de cabeças no quintal, onde não havia ninguém. Uma noite um incêndio no banheiro, causado pela vela de 7 dias, destruiu todas as imagens que havia lá. Hoje não vemos mais nada, mas ainda me lembro daquelas coisas. Sou evangélico hoje, e sei que Cristo me protege do mal, e sempre peço por minha família. Mas sei que aquela casa tem algo que ainda hoje me incomoda.

Marvin - Campina Grande - PB
Bom Medo ExtremoASSOMBRAÇÕES DE  CAMPINA GRANDE Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2236
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum