Sobrenatural Brasil
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

A RUA ESCURA

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ir em baixo

default A RUA ESCURA

Mensagem por † Lobo † em Qui 17 Jan 2013 - 18:35

"Muitas vezes o sobrenatural escolhe lugares específicos para se manifestas, talvez pelas energias que existam nesse local, ou talvez devido à portais que se abram aleatóriamente em coordenadas específicas.
Mas o que importa é que nesses lugares sombrios, fatos asustadores acontecem, pegando os menos avisados de forma desprevinida."
A RUA ESCURA Rua_es10
O Relato a seguir é sobre um desses lugares!

=================================================================================

Bem este relato é fato veridico que aconteceu em uma cidade do interior do Maranhão, chamada Pedreiras [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 4°34'26.68"S, 44°35'55.64"W].
Morava numa cidade pequena que fica localizada no interior do Maranhão, uma cidade cheia de lendas e surpertições.
Na década de 60 a cidade tinha uma energia elétrica que funcionava até as dez da noite, sendo que depois deste horário toda cidade ficava na mais completa escuridão.
A rua próxima a que eu morava tinha uma fama muito grande de ser mal assombrada.
Na época eu não era nascida e boa parte dos meus irmãos também não.
Minha mãe nos contava que sempre surgia uma pessoa com uma história relacionada ao sobrenatural, sempre naquela rua, sendo que minha mãe mesma nos contava que passou várias vezes a noite quando as luzes estavam apagadas e nunca presenciou nada do tipo (detalhe: minha mae é muito sensitiva, já chegou a ter varias experiencias estranhas).
Mas tudo bem, no meio de muitos fatos curiosos um dos mais intrigante foi um do vigilante que era muito amigo da minha mae.

Existia uma oficina na esquina dessa rua, onde este vigilante trabalhava, e toda noite ele ia nos portões do lado de fora e ia conferindo se todos os cadeados estavam presos de acordo.
Depois que ele fazia a ronda por fora, ele se direcionava para o interior da oficina e fazia a ronda por dentro.
Certa vez, ele contou que estava fazendo sua ronda como de custume, e tudo estava na mais perfeita calma, as luzes estavam apagadas pois já se passava das dez da noite.
Averiguado que tudo estava na ordem do lado de fora, ele se encaminhou para dentro da oficina.
Estava tranquilho em sua ronda, checando se não tinha nada de anormal dentro do recinto, quando de repente bem no pátio descoberto da oficina ele viu uma silhueta na escuridão.
Nesse momento ele ficou acuado, e lentamente sem fazer barulho foi se aproximando.
Existia um poço no meio do pátio, e era justamente nesse poço que se formava um vulto de alguém.
Então ele pensou consigo mesmo, que não havia possibilidade de alguém ter entrado na oficina, pois ele havia acabado de checar os cadeados, e todos estavam travados por fora, e não havia tambçém ouvido barulho algum depois disso.

Intrigado ele decidiu se aproximar do poço. No escuro, ele foi indo mais perto, e de repente para surpresa dele, aquele vulto foi tendo formato, e sem acreditar ele viu que se transformou em uma mulher.
Nessa hora ele ligou a lanterna novamente, sendo que não focou no rosto daquela mulher, apenas para melhor visualizar aquela silhueta alta, magra com cabelos compridos e negros, com um vestido azul escuro bem conservador, como se fosse um modelo antigo, ela estava sentada no poço, olhando para o chão todo tempo, e nenhum momento levantou os olhos para o homem.
Nessa hora ele pensou consigo mesmo que aquilo era uma coisa do outro mundo e não era gente viva não.
Assim continuando a olhar a mulher ele foi se afastando sempre se preocupado em não mirar a lanterna em cima dela.
Não sentiu medo por incrivel que pareça, e saiu vagarosamente daquele patio e ela permaneceu ali, sentada em silêncio a observar o chão.
Não lhe olhou, nem falou nada, nem gesticulou, apenas vagava por aquele patio como se estivesse velando alguma coisa.

Depois deste dia, ele contou para minha mãe esse fato, afirmando que foi verídico.
Muitos outros fatos estranhos ocorreram nesta rua, como: Ouvir passos a noite e não ter ninguém caminhando, ou como uma vez que outro vigilante presenciou no telhado de um comércio um homem de chapéu enorme que deu um pulo e sumiu.
E muito outros fatos.
Dizem que lá nessa rua foi construído o primeiro cemitério da cidade e talvez isto explique os fatos que ali ocorreram.
Hoje moro em Minas mais toda vez que vou lá, ficou com um pouco de medo de passar nessa rua a noite.
Obrigado a todos.

Sen. - MG - Brasil
Bom Medo ExtremoA RUA ESCURA Novas10
Fonte: alemdaimaginacao.com
† Lobo †
† Lobo †
ADMINISTRADOR

Mensagens : 2175
Data de inscrição : 28/11/2011

Ver perfil do usuário https://www.sobrenaturalbrasil.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum